Areado


Areado, o deus das estações, da natureza e da agricultura, é visto como sendo um deus de muitas faces. De acordo com a estação em que sua imagem é retratada, ele pode estar corado, no verão, ou muito pálido no inverno. Em cultos antigos, também é descrito como quatro corpos unidos. Seu gênero depende do culto; quando representado como mulher, é chamado de Érida.
Seus seguidores são reconhecidos pelas suas tatuagens de folhas e pelo costume de fazer oferendas em florestas. Os moradores de Goldstein temem sua fúria, que é representada pelo inverno: quando a estação acaba, há comemorações agradecendo ao fim da ira de Areado e pedindo a ele que as próximas estações sejam longas. Alguns anões também o cultuam.
Seus seguidores possuem dogmas como:
• A mudança é inevitável.
• Aquele que cuida da terra, pela terra será recompensado.
• A verdade sempre se revela.

Areado, senhor da mudança, piedade
Pois minha fé sobreviveu ao seu inverno.
Para na primavera ver sua bondade
Segui-lo-ei pelo Destino eterno

Os ventos agitados finalmente se vão
Com meu suspiro, dobro-os à sua vontade
Meu senhor, peço por sua proteção
Areado, senhor da mudança, piedade!

Areado

Goldstein VictorSuzumura